sábado, 4 de setembro de 2010

Gentileza gera Gentileza

"O vento que sopra de sudeste mantém as temperaturas amenas, principalmente no leste gaúcho. Em Porto Alegre, a mínima será de 11ºC e a máxima não passará dos 23 ºC"
http://zerohora.clicrbs.com.br.

Queridos...
É com muita alegria que conto como as coisas aconteceram entre ontem e hoje, dia em que fizemos a ação do "gentileza gera gentileza" no semáforo da Av. Oswaldo Aranha com a Av. Paulo Gama.

Foi sensacional!

Saí do Instituto de Artes depois da aula e fui caminhando até o portão do museu da UFRGS encontrar os gentiletes. Meu estômago tinha borboletas e pirilampos voando em disparada! Risos. Era bem assim, uma mistura de corrida e vôos rápidos, rasantes. Suava frio. Estava tensa. Era quase meio-dia e havia apenas duas pessoas.

O Rodrigo tentava me acalmar, mas tudo era em vão. As borboletas continuavam loucas. As pessoas não vem? Eu me perguntava.

Os meninos e as meninas foram chegando aos poucos, entusiasmados com o que poderia acontecer por ali. Eu não sabia ao certo, pois, nunca havia feito nada em uma escala tão grande. Poderia dar certo ou não.

Conheci uma amiga do Cristiano Scotta, a Carol Bauer, que decidiu participar conosco. Aquela menina trazia um sorriso no rosto que me acalmou. Não sei dizer o porque, mas foi assim.

Aos poucos fomos nos organizando, as camisetas e os adesivos foram sendo distribuídos e cada um foi indo em direção à calçada.

Minha instrução de comando: sorrir.

Saí em disparada para distribuir os adesivos e mostrar aos que tinham medo como era simples sorrir. Apenas sorrir e oferecer uma pequena gentileza. Quando percebi, todos distribuíam os adesivos com bastante alegria.

Foi neste momento que resolvi parar e olhar de longe, de fora. Aquelas pessoas todas, que se dividiam entre alunos e amigos de longa data, estavam imbuídos de um sentimento único: o do espírito de gentileza. Todos se ajudavam controlando os três minutos do semáforo fechado – “Cuidado... Vai abrir!” -, dividindo alguns adesivos seus com o outro que havia distribuído mais, enfim, de fato cuidando e zelando pelo outro, mesmo sem conhecê-lo.

Naquele momento me lembrei da primeira vez que distribuí o adesivo, em 2002. Lembrei do que senti quando a primeira pessoa o pegou. Mas agora não era igual porque não dependia mais de mim. Me senti muito feliz, muito bem, achando que de fato um mundo melhor se concretizaria se praticássemos mais ações como aquela.

Aconteceu um pouco de tudo... "Olha o cara da carroça!", “Olha o carro forte: ele abriu a janelinha!", "O cara do caminhão, corre, ele quer mais!", "Que movimento é esse?", “O cara da carroça.. Lê para ele.”, e por aí afora.

Todos, literalmente, vestimos e suamos a camiseta.

Alguns de nós almoçamos juntos e depois voltamos ao Instituto. Mais tarde, quando cheguei em casa, parei para pensar em como tudo havia ocorrido. Chorei bastante. Chorei porque me dei conta de que nunca, nunca mesmo, senti algo assim. Cheguei a conclusão de que isso era a tal da felicidade, de verdade. Fiquei um tempo zonza, sem saber o que dizer. Fiquei quieta porque o silêncio era mais bonito que qualquer palavra. Segui chorando por quase uma hora.

Hoje, muito feliz, e sem chorar, quero agradecer ao grupo que trabalhou realmente unido, não por meu trabalho, mas por um trabalho realmente coletivo. Agradeço muitíssimo a participação de cada um que contribuiu como soube ou como pôde.


Rodrigo Núñez (corrida, distribuição das camisetas, fotos, amor)
Regina Veiga (fotos e perseguição)
Claudia Paim (vídeo e buzina holandesa)
Maria Ester Fontoura (adesivos, apoio emocional)
Caroline Bauer (adesivos, faixa e sorriso divino)
Cristiano Scotta (adesivos e faixa)
Roberto Chedid (adesivos e faixa)
Cláu Paranhos (adesivos e faixa)
Thiago Esser (trapalhadas, adesivos e faixa)
Rodrigo Chaves (adesivos e faixa)
Gustavo Rigon (adesivos)
Carmen Pucci (adesivos e depoimentos pessoais)
Luísa Berger (adesivos e faixa)
Giovana Leal (adesivos)
Glenda Soares (adesivos)
Fernanda Barroso (adesivos)
Mariana Maier (adesivos)
Mariana Wertheimer (adesivos)
Mariana Konrad (adesivos)
Lara Sosa Dias (adesivos)
Débora Fleck (adesivos e fotos)
Denise Monassa (adesivos)
Gwoene (adesivos e fotos)
Sergio Lulkin (palhaçadas na faixa de segurança e palavras de gentileza)

Logo postarei fotos vindas de toda gente.
Mais uma vez, muitíssimo grata.
Adriana
 

2 comentários:

Cris disse...

Oi Adriana! Esse movimento foi recente? A data da postagem é dia 04 de setembro... Como posso saber mais deste seu trabalho? Gostaria muito de saber maissss.
Com carinho,
Cris.

Cris disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.